sexta-feira, 17 de maio, 2013 - às 15:05 hrs.

Crítica | Terapia de Risco



  

Side Effects1 615x244 Crítica | Terapia de Risco

Diga-se de passagem, Steven Soderbergh sempre carregou consigo uma marca registrada que está presente na grande maioria de seus filmes: a capacidade de enganar o espectador e promover reviravoltas quando ele está certo de que sabe o que o diretor está querendo dizer. Em ‘Terapia de Risco‘, anunciado como última produção cinematográfica do versátil cineasta, Soderbergh leva às telas um apanhado de seus truques e através de um suspense psicológico, usa a indústria farmacêutica como pano de fundo para adentrar na perturbada saúde mental da sociedade capitalista que adquire o produto que lhes é conveniente ainda que seja de caráter duvidoso. Bem, pelo menos é esta a ideia que a premissa do longa adverte.

Tendo realizado mais de 20 filmes e recebido prêmios importantes como o ‘Independent Spirit Award’ e a Palma de Ouro no ‘Festival de Cannes’ por Sexo, Mentiras e Videotape (1989) e o Oscar de melhor diretor por Traffic (2000), Soderbergh apresenta a trama em torno da jovem Emily Hawkins (Rooney Mara), que acaba de ver o marido (Channing Tatum) ser libertado da prisão por um crime de colarinho branco. Mesmo aliviada, Emily tem crises de depressão e busca a ajuda de medicamentos prescritos para conter a ansiedade. Ela também busca amparo num tratamento psicológico, lidando com  profissionais (Jude Law e Catherine Zeta-Jones). O tratamento, por mais que comece de forma positiva, acaba resultando em consequências inesperadas na vida da jovem.

side effects image03 615x378 Crítica | Terapia de Risco

Rooney Mara (Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres), sem dúvidas é um dos atrativos que mais deve agradar nesta projeção. A atriz norte-americana que deu o ar de sua graça no cinema estrelando produções de horror e mistério, mostra que foi a escolha acertada para o papel principal. Não que a indicação que recebeu ao Oscar e ao Globo de Ouro no ano passado sejam menos importantes do que sua insígnia talentosa. Aqui, a artista de 28 anos (assim como sua personagem do filme) exibe nuances perfeitos para interpretar mais um papel difícil em sua carreira e que certamente não será esquecido. Esta é uma daquelas estrelas que já nasceram e estão aos poucos mostrando seu brilho. E pensar que Blake Lively (da série Gossip Girl) era a primeira escolha dos produtores, que acabaram sendo mais sensatos ao substituírem a atriz em sua ideia inicial por alguém de verdadeiro talento.

Quem também não decepciona é o ator Jude Law, que carrega em seu papel uma difícil missão de se tornar questionável e mostrar que sua personagem pode render mais do que os títulos de beleza anteriormente contemplados pelo pai de quatro filhos e que, aos 40 anos, repete a parceria com o diretor Steven Soderbergh e o roteirista Scott Z. Burns, iniciada em Contágio (2011). Na pele do Dr. Jonathan Banks, Law mostra um personagem moderno, egoísta, compassivo e que percorre o extremo para distinguir entre o certo e o errado.

Inicialmente o filme aparenta trazer uma denúncia sobre a indústria farmacêutica, explorando o território pesado da depressão e se aproximando do último trabalho do cineasta. Mas antes que a trama se engesse, logo somos arrastados para um ótimo thriller de suspense psicológico criado a partir de uma narrativa profunda que permanece imprevisível até que os créditos subam na tela. Tudo isso provoca um ar de instabilidade que ambientada nos cartões-postais de uma Nova York contemporânea se torna ainda mais atraente.

Com ‘Terapia de Risco’, Steve Soderbergh diz adeus ao cinema em grande estilo. Sem medo de parecer confuso em alguns momentos, o diretor contempla o público com uma bela obra que provoca o espectador e lhe propõe se deixar envolver por uma trama ardilosa, assim como em grande parte do tempo somos conduzidos pelos artifícios constantes e convincentes que a grande indústria propõe.




Gostou? Então curta nossa fanpage!




Veja também:

Comentários




© 2007 - 2013, Portaldasnoticias.com. Todos os direitos reservados. Reprodução sem autorização explícita é proibida.

Política de Privacidade |

wau